Como um software para pediatria impacta positivamente o atendimento?

Como um software para pediatria impacta positivamente o atendimento

Uma das áreas da medicina que mais exige cuidado, carinho e atenção com o paciente e sua família é a pediatria

Os médicos pediatras acompanham crianças e adolescentes e costumam fazer parte da vida dos pacientes por muitos anos, vendo de perto seus primeiros passos, doenças típicas da infância e outras situações que fazem parte do crescimento.

Por essa razão, contar com um profissional da saúde em quem se possa confiar é indispensável para muitas famílias.

Afinal, é na infância que ocorrem algumas das mudanças mais relevantes para o desenvolvimento do ser humano, e tudo isso acontece tão rápido que é preciso manter registros fidedignos para ter certeza de que tudo está correndo bem.

Além disso, o contato dos pequeninos com seus médicos costuma ser mais frequente do que a interação de adultos com profissionais da saúde, por exemplo. 

Para se ter uma ideia, bebês de até três meses de idade precisam ver o pediatra mensalmente. Após isso, são recomendadas consultas trimestrais até os três anos de idade, quando as visitas ao pediatra são recomendadas, pelo menos, a cada 6 meses. 

No caso de crianças com problemas de saúde, o espaçamento entre uma consulta e outra pode ser ainda menor, e é preciso organizar as informações obtidas em cada atendimento para garantir que o diagnóstico e o tratamento sejam feitos da maneira correta.  

Junto a isso, devemos citar também a importância do pediatra considerar outros aspectos da saúde infantil que ocorrem fora do consultório, como a alimentação, desenvolvimento cognitivo, qualidade da saúde bucal, entre outros.

E, para finalizar, o pediatra deve estar atento ao calendário de imunização infantil e acompanhar de perto se seus pacientes estão sendo devidamente vacinados pelas famílias.

Como podemos perceber, a quantidade de dados que precisam ser coletados, organizados, analisados e armazenados por esses profissionais da saúde é enorme, e é impossível lidar com todas essas informações sem um mecanismo adequado. 

Por essa razão, cada vez mais médicos pediatras têm buscado softwares para pediatria que, além de atuar na gestão de dados, ainda ajudam a proporcionar um atendimento mais atento, cuidadoso e humanizado. 

Saiba mais sobre o assunto a seguir.

Software para pediatria: por que utilizar?

Além de ser uma forma segura, prática e sigilosa de armazenar dados e informações de pacientes, um sistema médico permite organizar diversas questões relativas ao cotidiano do estabelecimento médico. 

Com a agenda integrada, por exemplo, pacientes podem marcar consultas de forma online, sem se preocupar com ligações ou com a necessidade de se dirigir pessoalmente até a clínica. 

Programas médicos mais modernos e tecnológicos, como o da MDMED, também já contam com dispositivos para alertar o paciente sobre sua próxima visita ao médico, o que também ajuda a diminuir as taxas de absenteísmo nas consultas.

Essa característica, além de otimizar a agenda dos profissionais da saúde, também é uma excelente forma de se manter mais próximo e presente na vida do pequeno paciente e de sua família, mesmo fora do consultório, demonstrando atenção ao seu acompanhamento.

E, por falar em acompanhamento – como citamos anteriormente -, são muitos os aspectos da vida de uma criança que precisam ser observados durante uma consulta. 

Com um software de gestão de clínicas e consultórios, além de armazenar as informações, é possível acessá-las rapidamente durante a consulta, otimizando e tornando o atendimento mais ágil, algo indispensável quando estamos lidando com crianças. 

Assim, o pediatra pode coletar informações que julgar relevantes para o atendimento, descrevendo-as no prontuário e salvando-as para consultas posteriores no histórico do paciente. 

No próximo atendimento, não será necessário fazer a checagem completamente do zero, uma vez que basta se guiar pelas informações coletadas anteriormente para verificar a evolução do quadro clínico. 

Sem essas preocupações, o médico tem muito mais tempo para se dedicar ao atendimento em si, criando vínculos com a criança e seus responsáveis, destacando-se pelo cuidado e humanização do atendimento, cada vez mais valorizados e indispensáveis. 

Padronização: menores chances de erro

É muito comum que, durante a infância, os pacientes precisem passar por certos tipos de tratamento médico, e estar atento a isso é indispensável na hora de fazer prescrições de novas medicações.

Mais uma vez, o software para clínicas é crucial nesse momento, uma vez que o sistema permite prescrever medicamentos utilizando uma base de dados concreta e confiável, que já sugere dosagem e posologia corretas. 

No sistema médico também é possível preencher automaticamente informações sobre medicamentos de uso contínuo do paciente, minimizando as chances de prescrições incorretas e outras confusões que poderiam acontecer utilizando receituário em papel.

Por fim, vale ressaltar que o sistema médico da MDMED conta com padrão NCHS para pediatras, permitindo acompanhamento correto da curva de crescimento dos pacientes, segundo critérios estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde. 

Sistema médico é com a MDMED

Com todas essas vantagens, fica fácil perceber por que adotar um sistema médico para clínicas pediátricas é um ótimo investimento. 

Portanto, conte com a MDMED para garantir um software moderno e de confiança, adequado às normas da saúde e da Lei Geral de Proteção de Dados, o que assegura ainda mais tranquilidade para você e para seus pacientes. 

Há mais de 20 anos nossa empresa busca oferecer o que há de mais moderno e completo para informatização e modernização de clínicas e consultórios médicos, e será um prazer ajudar você a aprimorar ainda mais seus atendimentos. 

Para saber mais, acesse nosso site e confira nossos planos e recursos. Peça sua demonstração grátis e comprove. Conte conosco! mastergeehafc.com

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.