Com a ficha de cadastro de pacientes é possível manter um registro de todas as pessoas atendidas, fortalecer o contato com elas e personalizar o serviço oferecido. No cadastro estão as informações essenciais, portanto a clínica precisa mantê-lo sempre atualizado.


Leia o artigo para saber como organizar e otimizar as fichas da sua clínica!


Para que serve a ficha de cadastro de pacientes?


Manter a ficha de cadastro de pacientes atualizada é essencial para a organização das clínicas e hospitais. Com ela, o profissional da saúde tem acesso as principais informações do público que atende e pode mapear melhor quais são as necessidades dessa população, e também especificamente para cada indivíduo. 


Conhecer bem o paciente e o seu histórico melhora a qualidade do atendimento e contribui para a fidelização da pessoa. Com isso, também é possível fazer pesquisas de satisfação e planejar estratégias de marketing e humanização do atendimento ao paciente.


Veja a seguir algumas dicas de como fazer atualizar essa ficha de cadastro:


Informações necessárias


Na ficha de cadastro de pacientes é essencial ter preenchido as informações básicas como nome, telefone, endereço, e-mail, RG, CPF e planos de saúde. Isso facilitará os processos burocráticos, administrativos e financeiros da sua clínica ou hospital.


Além disso, a ficha deve conter informações sobre quem chamar em casos de emergência, eventuais alergias e a profissão do paciente. Esta, de certa forma, dá uma ideia de como é o dia a dia da pessoa. 


Deixe também um espaço extra para o paciente preencher com o que achar necessário. Dessa forma, a clínica já demonstra uma personalização no atendimento, pois demonstra interesse no paciente.


Base de dados atualizada



Todas as vezes em que a pessoa for à uma consulta na clínica, revise a ficha de cadastro de pacientes para atualizar caso seja necessário atualizar alguma informação. Quando os dados ficam desatualizados o contato pode ser perdido.


Além disso, mantenha uma padronização na sua base de dados para garantir que o atendimento o trabalho sejam eficientes. Ou seja, todas as fichas devem ser preenchidas da mesma forma. Para facilitar e direcionar esse processo, monte um roteiro para os profissionais seguirem e coletarem os dados corretamente.


Tecnologia na saúde


A forma mais prática, segura e ágil de otimizar a ficha de cadastro de pacientes é utilizar a tecnologia de softwares inteligentes, como o MDMED Web, que pode armazenar dados com segurança e integrar as informações para facilitar o trabalho dos profissionais da clínica e melhorando o fluxo de processos e o relacionamento com o paciente. 


Além disso, diferente de outros softwares, o MDMED possibilita que a clínica possa acrescentar campos específicos à ficha do paciente, ou seja, qualquer outra informação que considerem importante, podem adicionar livremente. Dessa forma, não ficam presos a um sistema com padrões fixos que não permite a personalização. Depois, ainda é possível utilizar esse campo adicionado em relatórios, estatísticas etc.


Quer aprender mais sobre o assunto e encontrar a melhor solução para os processos operacionais e administrativos da sua clínica? Continue acompanhando o blog da MDMED para mais dicas como essas!