Entenda os 5 principais desafios da gestão de clínicas e entenda como um sistema médico pode ajudar a solucioná-los

Entenda os 5 principais desafios da gestão de clínicas e entenda como um sistema médico pode ajudar a solucioná-los

Empreender no Brasil não é uma tarefa fácil, ainda mais na área da saúde – um setor complexo, com diversas normas e características peculiares (como a exigência do CNES, da Certificação de Limpeza Urbana para coleta do material contaminado, entre outros exemplos).

Dentre uma das áreas que as pessoas mais têm interesse em empreender no setor de saúde estão as clínicas médicas

Diferentemente dos hospitais, são divididas por categorias de especialização em algumas especialidades médicas. Isto é, não abrangem todo tipo patologia e tratamento. 

No entanto, mesmo sendo algo mais nichado, gerenciar uma clínica médica é mais desafiador do que parece. O empreendedor precisa ter muita atenção, grande esforço e uma visão estratégica assertiva. 

Isso porque além de atender pacientes, essas clínicas precisam de uma boa gestão – o que inclui ter controle de gastos, lidar com gestão de pessoas, organização de  agendas e prontuários, entre várias outras tarefas importantes.

São inúmeras responsabilidades e dar conta de tudo isso pode ser mais difícil do que parece. 

Muitas clínicas passam por momentos difíceis por não ter uma boa gestão e ficam estagnadas diante dos obstáculos da rotina comum nesses estabelecimentos.

O fato é que a área da saúde, principalmente as clínicas médicas, tem boas perspectivas de lucro. Para atingir esse sucesso é preciso dominar as técnicas de gestão e conseguir manter o bom funcionamento do lugar, de acordo com as normas do mercado.

Como especialistas no assunto, podemos ajudar! Abordaremos quais são os principais e mais frequentes desafios de uma clínica médica, indicando também como podem ser solucionados com algumas dicas e sugestões de ferramentas.

Desafios de gestão de clínicas médicas: entenda como vencê-los

Diversos médicos e profissionais da área da saúde, diante da sua vasta experiência na área, decidem abrir os próprios consultórios. Com isso, assumem o cargo de gestão da própria clínica médica.

O desafio é enorme e aumenta na mesma medida que o consultório começa a crescer. Em outros casos, o empreendedor é formado na área e decide, junto com algum profissional da saúde, abrir uma clínica.

No entanto, o ensino superior ainda não é focado nos empreendimentos da área da saúde. Como dissemos, há normas e aspectos peculiares, que tornam o segmento ainda mais complexo.

De qualquer forma, em ambos os casos, a gestão de clínicas médicas é algo aprendido especialmente na prática, entre erros e acertos! Para te ajudar a ter mais acertos do que falhas, vamos dar algumas dicas.

A seguir, confira os 5 principais desafios de gestão desse segmento e como ultrapassá-los da melhor forma. Acompanhe e daremos a sugestão de uma ferramenta que pode ser uma grande aliada no dia a dia das clínicas médicas.

Controle financeiro

Um dos maiores desafios empresariais de todos os segmentos é o controle financeiro. A gestão de finanças de uma organização é a peça chave para que ela se consolide no mercado, cresça e tenha sucesso.

O primeiro passo neste caso é entender que para gerenciar é preciso medir.  Ou seja, ter uma atenção especial em relação aos gastos, custos e despesas da empresa todos os meses.

Assim, é possível evitar que os gastos passem despercebidos e culminem em dívidas ou pior: juros desnecessários.  Não deixe essa atividade de lado ou para depois, ela é uma prioridade.

O controle e os resultados financeiros, isto é, o que a clínica ganha, são aspectos fundamentais para que se tenha um norte do que está acontecendo e fazer os ajustes necessários.

Ter um saldo positivo e economias é importante para fazer novos investimentos, adquirir máquinas que vão melhorar o funcionamento da empresa, contratar colaboradores de qualidade, entre outros aspectos.

Controle da agenda de atendimento

Quanto mais pacientes melhor, certo? Errado! A agenda de uma clínica médica deve ser controlada, alinhando as demandas e capacidade real de atendimento da equipe.

Isto é, não agendar mais do que os profissionais podem atender, nem a menos. Para chegar nesse equilíbrio, é preciso ter uma agenda unificada e atualizada.

Além disso, é preciso agilizar o processo de marcação de consultas, confirmar a presença com os pacientes, organizar a ordem de atendimento, entre outras medidas simples e efetivas.

Atrasar o atendimento aos pacientes pode afastá-lo do consultório, deixando pacientes insatisfeitos, além de exigir demais dos médicos. Então, a organização da agenda é fundamental.

Organização de dados

A organização de dados é muito importante dentro das clínicas médicas, afinal, nesses locais há um grande volume de informações diariamente – seja com os dados pessoais de pacientes, prontuários médicos, questões com as operadoras de saúde, receituários, imagens de procedimentos, exames, entre outros diversos tipos de dados.

O problema é que muitos acabam se perdendo entre tantas informações e a enorme quantidade de documentos se acumula rapidamente. Um dos maiores desafios enfrentados nesses estabelecimentos é que há momentos em que esses papéis ficam desorganizados e pior, se perdem.

O que pode causar diversos transtornos para a clínica e pacientes. O que fazer? O ideal é contar com um sistema de gestão de dados para organizar e filtrar as informações.

Sempre que precisar, todos os dados estarão disponíveis facilmente.

Atendimento humanizado

Com a correria do dia a dia, muitas clínicas deixam o relacionamento com os pacientes de lado. O desafio aqui é que uma comunicação ruim com os pacientes torna todos os processos mais lentos e desorganizados.

Além de passar uma imagem negativa do consultório para o público. Então, o principal é ter uma boa comunicação desde os recepcionistas até o atendimento médico com os pacientes.

Processos complexos

Não usar as tecnologias disponíveis no mercado a favor da clínica é um grande erro. Os softwares de gestão de clínicas médicas, por exemplo, são excelentes ferramentas para facilitar e eliminar esses obstáculos citados.

Com este recurso a clínica consegue ter maior organização e gerenciamento de todas as informações importantes para a empresa. Os processos ficam mais rápidos, otimizados e seguros.

E melhor: tudo fica disponível para o empreendedor conferir e analisar sempre que ele precisa, de forma rápida e protegida. 

O software médico da MDMED, por exemplo, é uma ferramenta que pode mudar o rumo da sua clínica ou consultório médico para melhor.

Conheça mais detalhes sobre o nosso software!

Software MDMED

Para solucionar todos os problemas citados ao longo do conteúdo da maneira mais simples e funcional possível, os empreendedores podem contar com o Software clínica médica MDMED.

Com a nossa ferramenta, é possível organizar e agilizar cadastros, prontuários, laudos, gerar estatísticas e estratégias com todas as informações dos pacientes.

Além disso tudo, oferecemos uma agenda integrada, dinâmica e organizada, de forma que toda equipe de secretários atuantes pode trabalhar com uma enorme facilidade.

O software médico MDMED também contempla o âmbito financeiro completo com módulo de orçamento, fluxo de caixa, opção de baixas múltiplas, cálculo de repasses e módulo TISS integrado, entre outras funcionalidades.

É uma opção completa e extremamente vantajosa. É ideal para os profissionais que já contam com um sistema, mas desejam trocar para um mais novo e moderno, assim como para os consultórios que precisam de sistemas adequados às normas LGPD, entre outras necessidades..

O software de MDMED contempla tudo isso e muito mais. Quer saber mais sobre esse sistema? Entre em contato conosco ou acesse nosso site. 

Vamos te ajudar na gestão e crescimento da sua clínica médica.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *