Software de gestão médica: entenda como esse sistema pode reduzir custos dentro de um consultório

Software de gestão médica pode reduzir custos dentro de um consultório - confira!

O número de profissionais formados em medicina cresceu em todo o Brasil. Segundo dados da Demografia Médica, no ano de 2018 houve um aumento de 600% nessa carreira, acarretando uma série de novos consultórios espalhados pelo país. Contudo, para que esses ambientes sejam bem gerenciados e custeados, é fundamental o uso de um software de gestão médica.

Mas, afinal, você sabe como essa ferramenta pode ajudá-lo dentro de um consultório? Neste artigo mostraremos como reduzir custos com um software de gestão médica e como organizar o seu espaço por meio dessa ferramenta tecnológica.

Para você que ficou interessado, continue aqui e acompanhe! Boa leitura.

É possível reduzir custos com um software de gestão médica?

Sem mistérios, iniciaremos respondendo a principal pergunta deste tema: sim, é possível reduzir custos com a adoção de um software de gestão médica dentro dos consultórios brasileiros. Mas como isso acontece?

Imagine que você tenha um espaço e divida com outros dois médicos. Todos são responsáveis por si e realizam as próprias marcações de consultas. Contudo, a dupla função de recepcionar o paciente e consultá-lo pode causar confusões e fazer com que qualquer um desses profissionais erre na hora de agendar o atendimento.

Com um sistema próprio é possível fazer isso em pouco tempo e ainda programar para que a máquina avise se a marcação está com algum erro. Caso você cometesse essa falha, automaticamente um gasto a mais iria para o seu bolso e até mesmo uma situação problemática surgisse.

Como fazer a redução de gastos com um software?

Sim, sabemos que ainda está muito abstrata a ideia sobre adotar um sistema próprio. Mas, não se preocupe! Separamos 9 justificativas para que você veja como é importante utilizar um software de gestão médica para reduzir drasticamente nos gastos de seu negócio.

Não tenha dúvidas, a tecnologia é uma aliada dos profissionais nesse instante e pode até mesmo mudar os resultados que o seu consultório está apresentando em cada auditoria.

1. Fazer a gestão financeira

Em primeiro lugar, um software pode fazer a gestão financeira de seu consultório e livrá-lo de horas realizando cálculos sobre fechamento de caixa, conserto de aparelhos e outras necessidades, além de diminuir o risco de erros durante esse processo.

Muitas vezes médicos passam dias organizando planilhas e acabam errando nas contas mais importantes. Com isso, além de propagar um resultado duvidoso sobre o seu período de trabalho, ainda podem surgir erros de entrada e saída de dinheiro, entre outros. Portanto, um sistema próprio é fundamental. 

2. Controlar o estoque

Além disso, um software de gestão médica se responsabiliza também pelo controle de estoque. Anotações manuais, planilhas impressas e demais ferramentas antiquadas podem conter erros e até mesmo ficarem perdidas dentro de um consultório, já que não está salvo num computador.

Mas, com um software é possível anotar todas essas informações e deixá-las armazenadas na máquina ou nuvem. Além de facilitar o controle, também aumenta a segurança dessas informações e faz com que você tenha mais tempo livre para atender outros pacientes – e, consequentemente, gerar mais dinheiro.

3. Economizar espaço

Em meio a isso não poderíamos deixar de falar sobre a economia de espaço. Planilhas, cadernos de anotações e outras formas de gerenciar um consultório podem ocupar muitos lugares dentro de sua clínica e fazer com que você fique gastando com armários e até mesmo locais fora dali para guardar esses documentos. 

Mas, com o software de gestão médica, além de salvar tudo dentro de apenas um sistema, você fica livre de papeladas e aproveita mais espaço em seu consultório. Ou seja, evita gastos com mobílias e ainda desfruta de um ambiente mais aberto. 

4. Organizar as consultas

Um sistema próprio, além de trazer todos os benefícios que já listamos, também organiza as suas consultas e viabiliza mais horários de atendimento, aumentando os seus lucros e evitando erros que agendas comuns sempre contém. 

Por isso, podemos dizer que um software de gestão médica também é um instrumento de organização, que evita perdas desnecessárias dentro de um consultório. 

5. Auxiliar a recepção da clínica

Muitas vezes pacientes chegam nas clínicas sem marcar uma consulta. Esse é o momento em que o profissional precisa checar se existem possibilidades de encaixe naquele dia ou não.

Com um software de gestão médica essa viabilização fica mais fácil, visto que é possível buscar por horários e datas. Já numa agenda comum seria necessário procurar manualmente e até mesmo perder a oportunidade de incluir uma consulta – e fazer com que você perca um dinheiro extra.

6. Controlar prontuários

Todos os dias entram e saem inúmeros pacientes em uma clínica médica. Isso faz com que uma quantidade bastante expressiva de dinheiro circule pelo espaço, mas que também um montante de prontuário fique indo e voltando para o médico.

Por isso, ter um software é uma maneira de evitar gastos com papeis, organizando tudo dentro de um só espaço e até mesmo diminuindo gastos com agendas, folhas e demais meios convencionais de agendamento. 

7. Facilitar a captação de fornecedores

Imagine que você tenha uma pilha de papeis com todos os fornecedores de sua clínica e também com aqueles que ainda deseja fazer parceria. 

Essa desorganização pode trazer prejuízos até mesmo financeiros, pois além de gastar com materiais como contratos impressos, assinaturas em agendas e outros, você não consegue enxergar claramente quais fornecedores estão disponíveis. Mas, com um software de gestão médica, isso ficaria mais fácil. 

8.Aumentar o faturamento

A redução de custos com todas as dicas anteriores irá gerar um aumento no seu faturamento. Com os processos internos gerenciados corretamente é possível ter menos perdas e crescimento nos investimentos para novas oportunidades.

Por isso, o financeiro de seu consultório precisa estar ancorado em um sistema de gestão para que haja um aumento no faturamento mensal e anual. 

9. Otimizar os processos

Por último, mas não menos importante nessa listagem, a adoção de um software de gestão médica otimiza todos os procedimentos dentro do consultório, fazendo que o profissional gaste menos com a contratação de outros profissionais.

Um administrador, por exemplo, pode ser substituído pelo sistema e fazer com que você reduza o que seria gasto com esse profissional e apenas invista na sua máquina. 

Conclusão

Podemos dizer até aqui, então, que um software de gestão médica é fundamental para os consultórios brasileiros. A adoção dessa ferramenta é importante principalmente para profissionais que querem reduzir custos e trazer organização para dentro de seu espaço de trabalho.

Essa ferramenta, apesar de parecer simples para muitas pessoas, é uma maneira de potencializar a gestão de sua clínica e fazer que ela cresça exponencialmente no mercado. 

Para você que curtiu o assunto, continue aqui e acompanhe o nosso blog! Aproveite também e siga a nossa página no Facebook para receber mais novidades sobre essa temática. 

Clique aqui e saiba como melhorar a gestão, organizar e dar mais agilidade aos processos do seu consultório! 

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *