A pandemia do novo coronavírus fez com que diversos setores da sociedade tivessem que agir. No campo da Medicina, uma das principais novidades, implementada nos mais modernos consultórios e clínicas, é a prática da telemedicina. E, completando o pacote de serviços à distância, a possibilidade de emitir laudos online e com a certificação digital para médicos

No Brasil, a telemedicina foi regulamentada, provisoriamente, pelo Ministério da Saúde na Portaria nº 467, de 20 de março de 2020. O documento aborda as ações possíveis em Telemedicina e o envio de receitas médicas à distância. Além disso, especifica a necessidade da assinatura médica com Certificado Digital, seguindo o padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

A medida, publicada no Diário Oficial da União em 23 de março, é mais uma no arcabouço das ações de enfrentamento da situação de emergência de saúde pública no país. Viabilizando e regulamentando o atendimento médico à distância, a telemedicina ajuda a reduzir a propagação do novo vírus. Como o paciente não precisa ir até o consultório, nem à farmácia comprar os remédios indicados, a telemedicina acaba ajudando a proteger as pessoas.

Quer conhecer ainda mais novidades relativas à telemedicina? Neste artigo, abordamos o que de mais importante você precisa saber sobre assuntos como atendimento de saúde à distância e prontuário eletrônico do paciente. Além disso, vai entender tudo sobre a certificação digital dos médicos. Ótima leitura!

Como funciona a certificação digital para médicos

Soluções como a telemedicina e o certificado digital ICP-Brasil são importantes, pois mantêm os serviços médicos ativos, mesmo no contexto de uma pandemia como agora. Muitos pacientes não podem interromper seu tratamento, porém, enquanto o vírus ainda for uma preocupação, o ideal é adotar o máximo de cuidados.

Além da possibilidade de receber acompanhamento médico por videoconferência, outro ganho é a prescrição online do medicamento. sim, agora, o médico pode atender no meio online, prescrever os remédios e enviar a receita aos pacientes também no formato digital.

A certificação digital é uma solução que traz redução de custos e agilidade aos atendimentos. Mais do que nunca, o fator tempo é importante para as pessoas e os profissionais de saúde. Por isso, trabalhar com documentos eletrônicos e assinados digitalmente pode ser benéfico ao atendimento e vital para os pacientes. Veja, a seguir, como habilitar a sua assinatura digital.

Como obter

A certificação digital dos médicos pode ser obtida através de empresas certificadoras, como Soluti, Certisign, Serasa e Valid. Você pode obter sua certificação em qualquer uma delas. 

Em condições normais, o procedimento para aquisição é presencial, levando em torno de  meia hora. Neste momento, entretanto, é possível obter a certificação digital dos médicos de forma online. 

Depois, basta seguir as orientações da empresa certificadora e começar a assinar prescrições que serão enviadas no meio virtual.

Origem da certificação

No Brasil, a certificação digital surgiu em 2001, com a criação da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP Brasil. A tecnologia é usada em diferentes segmentos dos setores público e privado, como Medicina, Direito e Tecnologia.

A certificação digital ainda não é assunto amplamente popular, mas acompanhando a telemedicina, deve se tornar cada vez mais comum e necessária. Isso, claro, nas clínicas que buscam uma tecnologia para reduzir a burocracia interna, otimizar a assinatura e o envio de documentos. 

Parece interessante no seu dia a dia? Veja o que o atendimento à distância pode trazer de melhor para o seu consultório. 

As principais vantagens da Telemedicina

A telemedicina viabiliza o atendimento médico em áreas remotas. Todo paciente que necessita de cuidados pode receber atendimento completo de especialistas - até mesmo em uma pandemia. Mas a telemedicina tem ainda mais vantagens. Confira.

Praticidade

O primeiro benefício que podemos destacar é a praticidade. O paciente é o que mais ganha, pois não precisa se deslocar à clínica, nem gastar com isso, para ir ao médico. Além disso, a prescrição de remédios também chega em formato eletrônico e não em papel.

Segurança

A telemedicina, a emissão de laudos online e o prontuário eletrônico também são vantajosos pela segurança. Para acessar os arquivos, somente com autorização e uso do  certificado digital para médicos. Tudo é feito em um software na nuvem, com login, senha e a certificação de segurança. Além disso, as informações são criptografadas para que não haja visconde fraude.

Flexibilidade

Exames e laudos armazenados em nuvem podem ser acessados a qualquer momento pela clínica. Isso traz um enorme ganho e flexibilidade aos profissionais. O atendimento via telemedicina pode ser encaixado em qualquer horário disponível na agenda. Para viabilizar tudo isso, basta se conectar à internet.

Velocidade 

Em alguns casos, o tempo pode ser determinante para a cura do paciente. Depender de resultados enviados pelos Correios, entretanto, é deixar o paciente refém da espera. Os laudos emitidos por sistemas online ficam disponíveis 24 horas por dia. O médico pode acessar, guardar e editar arquivos mesmo fora da clínica, agilizando o atendimento.

Organização

Outro ganho da operação online é uma melhoria significativa na organização. Encontrar arquivos é muito mais fácil no sistema online do que em pilhas de papel. Para consultar informações, o médico ganha mais agilidade. No atendimento via telemedicina, enquanto fala com seu paciente, o médico tem acesso ao histórico dele, podendo registrar, em tempo real, as informações do novo atendimento.

Redução de custos

O atendimento presencial e a emissão de exames sem um software requer investimento em infraestrutura e na equipe de funcionários. Com a telemedicina, o corpo clínico não precisa ficar atendendo em tempo integral. Além disso, as clínicas só pagam pelos laudos emitidos, conforme a demanda.

Para obter as vantagens da telemedicina, você precisa de um software para clínicas médicas que ofereça a ferramenta. O MDMED tem parceria com a MEMED, que por sua vez, é vinculada a todas as empresas que liberam a certificação digital para médicos.