As inovações tecnológicas beneficiam diversos setores, facilitando e agilizando muitos serviços. Neste artigo, nos dedicamos a apresentar as inovações na área médica

Você conhece alguma delas? Sabe o que hospitais e clínicas estão utilizando para melhorar o atendimento e as demandas do dia a dia?

Para citar apenas alguns exemplos de melhorias, os recursos que apresentamos aqui trazem redução nos custos para a clínica, rapidez no atendimento e aumento na produtividade da equipe. 

Tem muito mais! Você pode conhecê-los aqui e agora. E sabe o que é ainda mais interessante? Essas inovações beneficiam não somente os profissionais de saúde, mas também os pacientes.

Que tal descobrir logo o poder da tecnologia na área médica? Vamos em frente!

Novas tecnologias e tendências na área da saúde

Big Data

O Big data se refere à coleta e ao uso de um grande volume de informações, trazendo mudanças significativas na análise de dados.

O Ministério da Saúde do Brasil já utiliza bancos de dados conectados. A ferramenta compila informações importantes e permite estimativas e avaliações que dão base a programas de prevenção, além de rastrear patologias e fatores de risco.

Entre os exemplos dessas aplicações, podemos citar o Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc) e o cartão SUS.

O Big Data também é uma inovação na área médica que aumenta a precisão e é capaz de personalizar tratamentos, tornando-os mais eficazes.

O uso dessa nova tecnologia em saúde é essencial para montar e integrar bases de dados imensas, além de permitir comparativos antes inimagináveis no setor.

Tal cruzamento de informações também amplia o tamanho das amostras em estudos científicos referentes a medicamentos e tratamentos.

Muito em breve, será possível identificar se um medicamento, com determinado princípio ativo, pode ser administrado para combater a enxaqueca em pacientes mulheres acima dos 40 anos, por exemplo.

Realidade Virtual

Muito comum nos videogames, a Realidade Virtual também é uma inovação na área médica. Trata-se de uma tecnologia imersiva capaz de criar um cenário virtual onde as pessoas interagem.

Recentemente, pesquisadores europeus usaram a ferramenta e trataram um grupo de pacientes com medo de altura.

Na conclusão do teste, 34 dos 49 participantes evoluíram e 100% do grupo de controle permaneceu com fobia de altura.

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial também apresenta estudos promissores na Medicina. Um deles foi conduzido com dados do World Mental Health de 24 países. O resultado mostrou 20 grupos de risco para o transtorno de estresse pós-traumático (TEPT).

Para isso, técnicas de machine learning, ou aprendizado de máquina, foram usadas para criar um algoritmo que selecionou perfis mais propensos a desenvolver o transtorno.

O interessante é que mais da metade dos indivíduos classificados com o maior risco apresentaram TEPT.

Cruzados com Big Data e conceitos científicos, os cálculos dessas máquinas ficam ainda mais assertivos e com capacidade para detectar anomalias e patologias.

Na Universidade de Stanford, por exemplo, os pesquisadores criaram um algoritmo que podia atuar na detecção do câncer de pele.

Internet das Coisas

O conceito de Internet das Coisas (IoT) refere-se aos objetos conectados à internet. Em breve, espera-se que a maioria dos objetos de uso comum estejam conectados à rede, mudando a realidade em nossas casas, empresas e nas áreas públicas.

A novidade também se aplica à Medicina. A casa de um idoso, por exemplo, poderá ter sensores no chão para sinalizar quedas e informar cuidadores, a família e até mesmo o SAMU.

Outro avanço virá com a popularização dos wearables, ou dispositivos vestíveis, tecnologia que coleta informações das pessoas de forma independente.

Alguém com pressão alta pode ter um relógio capaz de colher dados sobre a pressão sanguínea e a frequência cardíaca.

Ao compartilhar esses registros com um médico, o paciente terá a saúde controlada e conseguirá se prevenir de situações críticas e das doenças cardiovasculares.

Softwares para gestão médica

Os softwares para gestão também são inovações na área médica que vieram para ficar!

Esses sistemas ajudam secretárias, recepcionistas e médicos a resolver diversas rotinas do seu trabalho. 

São ferramentas que otimizam a gestão do consultório, melhoram o atendimento e reduzem eventuais falhas nas clínicas e hospitais.

Entre suas aplicações, os softwares resolvem tarefas que, normalmente, demandam a atenção de profissionais. 

As recepcionistas precisam gastar muito tempo no telefone tratando assuntos que  podem ser automatizados? 

Um software para clínicas médicas é capaz de solucionar esse problema, reduzindo a demora no atendimento a quem mais precisa.

Essas ferramentas também possuem recursos que facilitam o diagnóstico. Nesse caso, o médico tem acesso a um banco de dados com imagens que exemplificam os problemas dos seus pacientes.

Desorganização é uma triste realidade no seu consultório? Isso precisa ser corrigido, pois costuma ser o principal fator para aumentar o tempo de espera dos pacientes. 

Um software para clínicas médicas também torna a equipe produtiva, automatizando tarefas e dando suporte nas demandas de organização.

Profissionais que lideram, quase sempre, se deparam com um grande desafio: lidar com as demandas da área e saber conduzir uma empresa. 

Os softwares para clínicas médicas ajudam, ainda, a otimizar a gestão da clínica, auxiliando a administração do negócio. 

As melhores ferramentas são capazes de gerar prontuários eletrônicos, relatórios e gráficos automáticos sobre as atividades do consultório.

Por que investir em novas tecnologias na saúde?

O futuro chegou! E aquelas supermáquinas dos filmes, agora, integram o dia a dia em diversas profissões. 

Alguns setores largaram na frente e têm a disposição ferramentas que agilizam seu trabalho, aumentam a precisão e trazem um toque de sofisticação no atendimento.

Sua clínica precisa investir em inovação na área médica para melhor atender e se notabilizar na visão dos pacientes.

Você pode colocar, hoje mesmo, sua clínica entre as melhores agora que conhece as inovações do setor. Na era da tecnologia, nada como aderir a elas para encantar, satisfazer e salvar vidas.